Jogo de Torneio #154 – Supporter Week Trophy

Terceiro jogo na tradicional SWT [tournamentid=2108472], temporada 4.

O time se recuperou e conseguiu uma grande vitória de virada, por 3-2, frente a um forte adversário III divisão da Hungria.

Original  2 – 3  Mengo/Várzea

Parece que a equipe do(a) Original resolveu sair jogando com um 2-5-3 , confira comigo a escalação: Habuczki – Gál, Kaulics – Illyés, Kuncze, Stapelbroek, Muscsinka, Orosz – Déri, Gáspár, Ortolan.

Pela movimentação dos jogadores em campo parece que a equipe do(a) Mengo/Várzea decidiu entrar com um 2-5-3 , e a lista dos titulares é: Coenegracht – Cacciotti, Schabhuettl – Igot, Fitzakerly, Lima Pinto, Giuradei, Egozi – Pipa, Vilhena, Godoy.

Mengo/Várzea pôs em prática suas táticas criativas no campo. O time da casa passou na frente aos 2 minutos depois de um rápido ataque orquestrado por Machiel Stapelbroek, que dominou na direita, correu pela intermediária e bateu cruzado da entrada da área. 1 a 0! 7 minutos: Arthur Vilhena cobrou com perfeição o córner e aí não tem conversa. Giannino Cacciotti, lembrando o grande Jardel, subiu mais alto que todo mundo e mandou a redonda pro fundo do gol. 1 a 1. Mengo/Várzea marca seu 2º gol e assume a liderança no placar, após bela jogada feita por João Lima Pintono lado direito do ataque. Ele invadiu a grande área e chutou com força, a bola acertou o travessão, bateu dentro do gol e saiu. Sorte que o bandeirinha estava atento e correu pro meio de campo, validando o gol que deixou o placar em 1 a 2.Tamás Orosz dominou completamente a sua lateral, sempre correndo muito e criando jogadas de perigo. Em mais um cruzamento, Erik Gáspár conseguiu chegar primeiro que a defesa adversária fazendo o gol e alterando o placar para 2 a 2 aos 30 minutos. MINHA NOSSA SENHORA! Um chute da entrada da área de Erik Fitzakerlyaos 40 minutos levou um enorme perigo ao gol do Roland Habuczki, mas a bola pegou mais efeito que o esperado e se desviou do alvo na última hora. No 40º minuto uma jogada infeliz do time da casa deu aos visitantes a chance de se isolarem no placar, mas Camilo Godoy, encontrando-se somente com o goleiro pela frente, não conseguiu tirar proveito da situação. Antônio Rogério Pipa desceu pelo meio, fazendo uma fantástica jogada, que quase deixou o(a) Mengo/Várzea tomar a liderança no placar aos 43 minutos, mas Roland Habuczki preservou o empate. O árbitro da partida soprou o instrumento e pediu a bola sem dar os acréscimos devido a uma forte dor de barriga. 2 a 2 era o placar ao soar o apito do juiz para o intervalo. No derradeiro minuto, Mengo/Várzea se sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 52% da posse de bola!

61 minutos: depois de um belo drible no lateral esquerdo, Péter Déri tirou a bola do goleiro com um chute muito bem colocado para dar a vantagem para seu time, mas a bola pegou muito efeito e passou à direita do gol. O(a) Mengo/Várzea quase fez o gol do desempate pela esquerda com Remy Igot aos 67 minutos, mas a bola acabou passando longe do gol de Roland Habuczki. Um erro dos zagueiros pelo meio aos 77 minutos permitiu a Michael Egozi marcar um gol para o(a) Mengo/Várzea: 2 a 3. A torcida está furiosa com esta turma de paspalhos e grita em coro que assim não dá!Visivelmente nervosos, alguns jogadores do(a) Mengo/Várzea trocavam olhares como se procurassem alguém para acalmá-los. Bravo! As luzes se apagam e mais um espetáculo da bola chega ao fim. O público presente nas cadeiras aplaude o placar, que mostra 2 a 3. “Quem tem que correr é a bola e não vocês”, costuma dizer o técnico do(a) Mengo/Várzea. Seus jogadores seguiram bem os seus ensinamentos e chegaram ao fim deste tempo com 51% da posse de bola.

Pelo(a) OriginalTamás Orosz fica com o prêmio Trivelão, dado para o melhor jogador da partida, por outro lado, o que aconteceu com Mihály Kuncze? Parece que desaprendeu a jogar bola! Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do João Lima Pinto armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Mengo/Várzea, já Michael Egozi não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz.

Detalhes de desempenho

Meio-campo fenomenal (baixo) fenomenal (alto)
Defesa direita formidável (mt. baixo) fenomenal (mt. baixo)
Defesa central sobrenatural (baixo) excelente (baixo)
Defesa esquerda brilhante (mt. baixo) fenomenal (mt. baixo)
Ataque direito genial (mt. alto) excelente (alto)
Ataque central mítica (mt. baixo) sobrenatural (baixo)
Ataque esquerdo magnífica (mt. baixo) boa (mt. baixo)
Tiro livre indireto
Defesa fenomenal (mt. baixo) fenomenal (alto)
Ataque formidável (baixo) fenomenal (baixo)
Orientação
Tática Normal Jogar com criatividade
Nível (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 Machiel Stapelbroek 2′
1 – 1 Giannino Cacciotti 7′
1 – 2 João Lima Pinto 16′
2 – 2 Erik Gáspár 30′
2 – 3 Michael Egozi 77′

Posse de Bola

48%
52%
49%
51%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
4 9
1 Ataque esquerdo 2
0 Ataque central 2
2 Ataque direito 4
0 Outro 0
1 Eventos especiais 1

About mengomengo