Jogo de Torneio #35 – MVC

Quinto jogo do Mengo Várzea Chesterton na Supporter Week Trophy, temporada 9, e mais uma vez o time sofreu uma goleada. Dessa vez, 0-4 frente a time da VI Divisão da Suíça.

 

, e os jogadores vão saindo do vestiário: DarmonKeller, Pouvreau, VoutilainenMcCartney, Marxer, Gut, BogliPlacidi, Frick, Hägerling.

, enquanto uma constelação de craques vai entrando em campo sob os aplausos frenéticos da torcida! E lá vêm eles: JoraNegrão, Koskinen, MarinovDouglas, Berraja, Uverskiy, Hötte, Cunha SilvaPicanço, Höfler.

Os time escolheram formações diferentes para começar a partida. Os donos da casa, FC Letzigrund Löwen, optaram pelo 3-4-3, enquanto os visitantes, Mengo Várzea Chesterton, decidiram jogar com um 3-5-2. Toby Douglas do(a) Chesterton com um chute fortíssimo da entrada da área aos 11 minutos já comemorava, mas Gabriele Darmon se recuperou rapidamente e impediu o gol. O susto para a equipe da casa foi grande quando o(a) Chesterton levou grande perigo aos 21 minutos, numa bola aparentemente inofensiva chutada por Walter Höfler, mas um buraco na pequena área acabou desviando a bola, e o goleiro Gabriele Darmon teve que se entortar todo pra agarrar. O time da casa criou uma linda jogada pela esquerda aos 23 minutos. Jens Gut chutou quase sem ângulo, mas com muito jeito. Ele ficou muito feliz com este gol e o dedicou à sua empregada, Geralda: 1 a 0. No 29º minuto a técnica de Mark Hötte deixou Anatoly Keller, que às vezes mostra que é bom de cabeçada e doente do pé, a ver navios depois de 3 dribles desconcertantes. Pena que a finalização foi prensada pelo marcador que estava na sobra e o goleiro defendeu. Ai! Essa doeu até em mim. Cartão amarelo para Kevin McCartney no 41º minuto, justíssimo. Mark Hötte entrou rápido pela direita, chutou muito bem colocado, mas a bola bateu na trave e saiu (43 minutos). E 1 a 0 é o resultado quando alcançamos o intervalo do jogo. Os jogadores rumam para os vestiários e enfrentam agora o assédio dos repórteres. Letzigrund demonstrou melhor intimidade com a bola e a manteve nos pés por 54% durante o final deste tempo.

O escanteio foi muito bem cobrado, e a bola iria direto na cabeça de Anatoly Kellerdo(a) Letzigrund, antes que ele pudesse mostrar que é um especialista em jogadas aéreas, o goleiro saiu corajosamente e deu um leve toque na bola, mas suficiente para impedir a cabeçada. 58 minutos: com o jogo endurecendo, o árbitro teve que tomar medidas para conter a violência excessiva e a vítima, tomando o segundo cartão amarelo, foi Kevin McCartney, indo para os vestiários mais cedo. Enquanto Kevin McCartney deixa o campo, o técnico sinaliza para o Anatoly Keller ser o novo batedor de faltas. Que tiro de Anatoly Keller! A mais de 30 metros do gol, ele cobrou a falta e não deixou nenhuma chance de defesa para o goleirão, que ainda se esticou todo, mas não alcançou a bola. 81 minutos e o placar pisca alegremente 2 a 0 para o time da casa. Aos 85 minutos, a equipe do(a) Letzigrund bateu uma falta para dentro da área e, numa jogada muito bem ensaiada, a bola foi desviada de cabeça para Gwenn Pouvreau, que chegava de trás, livre para chutar forte e fazer 3 – 0. 86 minutos de jogo, os avanços do(a) Chesterton continuavam pela direita, mas Zeferino Cunha Silva não conseguiu controlar a bola e seu chute fraco acabou facilmente nas mãos do goleiro. O que é que eu vou dizer lá em casa? Que chocolate! Arnold Boglivai pelo meio e marca mais um para o time da casa. 4 a 0 para o(a) Letzigrund, e a aula ainda não terminou. Aos 88 minutos, o juiz já estava no limite de sua paciência, quando Adib Berraja deu outra entrada com mais força que o necessário e por isso o esperado cartão amarelo foi mostrado para o representante do(a) Chesterton. O jogo teve algumas faltas e paradas para atendimentos aos jogadores, então o juiz dará 1 minuto além do tempo regulamentar. Justo. Termina o jogo e o placar mostra 4 a 0.Será que a equipe Letzigrund é treinada pelo Pep Guardiola? O fato é que eles dominaram estes últimos minutos com 52% de posse de bola.

Tino Hägerling, do(a) Letzigrund, com as pinceladas de Michelangelo nos pés, pintou uma bonita obra de arte no campo com um futebol exuberante, Gwenn Pouvreaufoi recebido com uma chuva de pipocas pela torcida. Que apresentação medíocre! Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Eliel Picanço armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Chesterton, Jami Koskinen não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz.

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (mt. baixo) razoável (mt. baixo)
Defesa direita formidável (alto) boa (mt. alto)
Defesa central formidável (baixo) boa (baixo)
Defesa esquerda fenomenal (mt. alto) excelente (baixo)
Ataque direito fenomenal (mt. baixo) fenomenal (mt. alto)
Ataque central genial (mt. alto) razoável (alto)
Ataque esquerdo boa (alto) excelente (mt. baixo)
Tiro livre indireto
Defesa excelente (mt. alto) inadequada (mt. alto)
Ataque excelente (mt. baixo) inadequada (alto)
Orientação
Tática Normal Normal
Nível (nenhuma tática) (nenhuma tática)
Estilo de jogo 100% ofensivo neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 Jens Gut 23′
2 – 0 Anatoly Keller 81′
3 – 0 Gwenn Pouvreau 85′
4 – 0 Arnold Bogli 87′
1 cartão amarelo Kevin McCartney 41′
Suspenso por 1 jogo Kevin McCartney 58′
1 cartão amarelo Adib Berraja 88′

Posse de Bola

54%
46%
52%
48%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
6 8
2 Ataque esquerdo 1
1 Ataque central 2
0 Ataque direito 4
2 Outro 0
1 Eventos especiais 1

Estatísticas exclusivas

 

About mengomengo