Jogo de Torneio #59 – MVC

Nono e penúltimo jogo do Mengo Várzea Chesterton na tradicional SWT, temporada 10. Após 4 reveses consecutivos, o time reagiu e conseguiu sua terceira vitória na competição, mas de forme sofrida: após levar 2 gols no início o jogo, a equipe capixaba que joga a V divisão do HTI embalou e fez 4-2 contra adversário que joga a VI Divisão da Suíça.

 

Chesterton 4 – 2 Spurs

We had overcast weather free of rain at the stadium today. , e a lista dos titulares é: JoraMarinov, ŠtrafėlasCunha Silva, Veirman, Koskinen, Uverskiy, BerrajaBerrocal, Tapia, Hötte.

, e os jogadores vão saindo do vestiário: MelchiorrePulvermacher, Paulík, GiebelsGiribaldi, Beardsley, Hodd, Aldenhoven, EldrichMusella, Bonnefon.

Hoje será um dia de disputa entre filosofias futebolísticas distintas, já que o time da casa decidiu começar o jogo com um 2-5-3 enquanto os visitantes escolheram o 3-5-2. Com uma avançada pela defesa central, Pompeo Giribaldi faz um gol fácil para os visitantes aos 7 minutos deixando o placar em 0 a 1. No 12° minuto, Cédric Bonnefondo(a) Spurs avançou pelo meio da zaga e disparou uma verdadeira bomba, marcando o gol. O resultado agora é 0 a 2. Com 29 minutos de jogo a equipe do(a) Chestertontabelou pela esquerda e deixou Mark Hötte em plenas condições de marcar. Ele não perdoou e chutou para fazer 1 a 2. Mark Hötte ofereceu este belo gol para seu velho pai. Mark Hötte quase parecia dançar em volta de Quincy Aldenhoven, pois seus movimentos eram tão rápidos e habilidosos, ele sabia que se tentasse dar um chapéu perderia a bola, pois o adversário sabe usar a cabeça. Infelizmente para o(a) Chesterton, o seu toque final não terminou no fundo das redes e foi pela linha de fundo. A torcida vibrava em delírio enquanto Leon Veirman finalizava uma seqüência de jogadas espetaculares pelo meio que igualou as coisas para o(a) Chesterton aos 33 minutos. Agora o jogo está empatado em 2 a 2. Joop Giebels do(a) Spurs mostrou sua já conhecida habilidade de fazer jogadas inesperadas com um passe imprevisível aos 37 minutos. Infelizmente, Paul Eldrich também foi surpreendido e não conseguiu finalizar bem. No 39º minuto uma jogada infeliz do time da casa deu aos visitantes a chance de se isolarem no placar, mas Radoslav Paulík, encontrando-se somente com o goleiro pela frente, não conseguiu tirar proveito da situação. Ai! Essa doeu até em mim. Cartão amarelo para Leon Veirman no 40º minuto, justíssimo. 42 minutos: depois de um belo drible no lateral esquerdo, Mark Hötte tirou a bola do goleiro com um chute muito bem colocado para dar a vantagem para seu time, mas a bola pegou muito efeito e passou à direita do gol. O árbitro pediu a bola, apontou para o centro do campo e disse que não há tempo para mais nada. Placar parcial: 2 a 2. Qualquer palpite sobre este jogo seria precipitado, os times tiveram um empate na batalha do meio de campo.

A impulsão do Paul Eldrich é impressionante. Não estivesse tão bem marcado, o gol era certo nessa cobrança de escanteio aos 49 minutos. A torcida local respirou aliviada quando Cédric Bonnefon não conseguiu dar a liderança aos visitantes depois de seu avanço pela esquerda aos 61 minutos. Uma jogada pelo flanco esquerdo do(a) Chesterton ajudou a equipe a ficar na frente no marcador por 3 a 2, gol marcado por Jami Koskinen aos 68 minutos. Atacando pela direita e passando por todos os adversários, Pedro Tomás Berrocal aumenta para o(a) Chesterton, deixando o jogo em 4 a 2 aos 72 minutos. O juiz deu mais 2 minutos de acréscimo, dando aos torcedores a esperança de pelo menos mais um ataque de seu time antes do apito final. Bravo! As luzes se apagam e mais um espetáculo da bola chega ao fim. O público presente nas cadeiras aplaude o placar, que mostra 4 a 2. No derradeiro minuto, Chesterton se sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 53% da posse de bola!

Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Jami Koskinen armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Chesterton, Tomas Štrafėlas não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz. Dribles desconcertantes! Passes precisos! Calma e parcimônia em cada jogada. Alessio Musella, do(a) Spurs, jogou muito essa noite, Pompeo Giribaldi foi recebido com uma chuva de pipocas pela torcida. Que apresentação medíocre!

Detalhes de desempenho

Meio-campo razoável (mt. alto) razoável (baixo)
Defesa direita boa (mt. baixo) inadequada (mt. alto)
Defesa central razoável (baixo) formidável (mt. baixo)
Defesa esquerda boa (mt. baixo) formidável (baixo)
Ataque direito fenomenal (mt. alto) fraca (alto)
Ataque central boa (mt. baixo) excelente (baixo)
Ataque esquerdo excelente (alto) inadequada (baixo)
Tiro livre indireto
Defesa razoável (mt. alto) razoável (baixo)
Ataque razoável (mt. baixo) inadequada (baixo)
Orientação
Tática Normal Normal
Nível (nenhuma tática) (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Pompeo Giribaldi 7′
0 – 2 Cédric Bonnefon 12′
1 – 2 Mark Hötte 29′
2 – 2 Leon Veirman 33′
3 – 2 Jami Koskinen 68′
4 – 2 Pedro Tomás Berrocal 72′
1 cartão amarelo Leon Veirman 40′

Posse de Bola

50%
50%
53%
47%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
6 8
2 Ataque esquerdo 3
1 Ataque central 2
2 Ataque direito 1
0 Outro 0
1 Eventos especiais 2

Estatísticas exclusivas

About mengomengo