Jogo de Torneio #243 – Titãs de 2005

Sétimo jogo na Taça Titãs de 2005, temporada 3. Goleada 4-1 contra time da VI Divisão da França.

 

The fans at the stadium today were roasting in the hot sun. The intense heat made it hard for players relying on strength or speed to shine. On the other hand, it provided perfect conditions for the more technical players. , e os jogadores vão saindo do vestiário: CoenegrachtKervinen, TaboinDestan, Witcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

, enquanto uma constelação de craques vai entrando em campo sob os aplausos frenéticos da torcida! E lá vêm eles: SanterreBry, Tricoche, Picado, AdnetBetas, Capriles, Contesse, ThomasAsh’oush, Fromage.

Mengo/Várzea Medicine 3012 está escalado na formação 2-5-3. Já no caso do(a) Sporting Jonas, a formação escolhida foi o 4-4-2. Mengo/Várzea decidiu usar toda a sua criatividade em campo, utilizando todos os recursos que tinha à mão. A jogada pela direita feita por László Kiszi tinha a intenção de dar a liderança para o(a) Mengo/Várzea, mas seu chute não tinha apenas a força comparada a um foguete, mas também a direção. As ordens do técnico do(a) Sprtgjonas não foram bem entendidas pelos jogadores, que se mostraram confusos em campo. Com isso o nível de organização caiu para razoável. Aos 24 minutos a torcida gritava freneticamente o nome de José Luiz Miranda! Placas de “EU JÁ SABIA” eram erguidas após a brecha que ele encontrou na defesa central adversária, matando a jogada e fazendo 1 a 0 para o(a) Mengo/Várzea! O time da casa domina a partida. O ataque do(a) Mengo/Várzea atropela a defesa central dos visitantes, resultando num gol tranquilo de Otoniel Amorim, ampliando para 2 a 0 aos 25 minutos. Veikko Kervinen do(a) Mengo/Várzea viu seu bom chute atingir o travessão e sair, resultado de um grande trabalho de seus companheiros de equipe pelo meio. Aos 27 minutos, Sprtgjonassurpreende com um contra-ataque rápido e a defesa é obrigada a apelar para o último recurso: falta na intermediária. Na cobrança, uma jogada ensaiada quase encontrou seu objetivo, mas a conclusão acabou sendo travada pela zaga e foi morrer tranqüila nas mãos do goleiro. Acerte o seu aí que eu arredondo o meu aqui. O juiz aponta o centro do campo e termina esta etapa. 2 a 0. As torcidas aproveitam o intervalo e estendem faixas pedindo PAZ nos estádios de futebol. Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Mengo/Várzea funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 61% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

O técnico do(a) Sprtgjonas continua tentando levar a organização do time de volta a um nível pelo menos boa, fazendo com que o time se encontre em campo na nova formação tática. O(a) Sprtgjonas não se dava por vencido(a) e aos 70 minutos conseguiu reduzir o placar para 2 a 1 quando Jochem Betas passou pelo último zagueiro do time da casa e meteu uma bomba para o gol. Mengo/Várzea aumentou a vantagem aos 76 minutos quando Camilo Godoy avançou pela defesa central adversária e chutou forte para marcar 3 a 1. O que é que eu vou dizer lá em casa? Que chocolate! Sämi Zima vai pelo meio e marca mais um para o time da casa. 4 a 1 para o(a) Mengo/Várzea, e a aula ainda não terminou. Ai! Essa doeu até em mim. Cartão amarelo para Sämi Zima no 84º minuto, justíssimo. O jogo teve algumas faltas e paradas para atendimentos aos jogadores, então o juiz dará 1 minuto além do tempo regulamentar. Justo. Fim de papo! E a PM cerca o trio de arbitragem. Pura marra do árbitro que pediu policiamento, pois ninguém reclama do 4 a 1. No derradeiro minuto, Mengo/Várzea se sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 59% da posse de bola!

Derrick Witcher, do(a) Mengo/Várzea, com as pinceladas de Michelangelo nos pés, pintou uma bonita obra de arte no campo com um futebol exuberante, enquanto que o Ersan Destan leva o prêmio Botinha Anatômica pela sua atuação ridícula em campo.Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Jehad Ash’oush armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Sprtgjonas, Philippe Santerrenão teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz.

Detalhes de desempenho

Meio-campo fenomenal (alto) boa (baixo)
Defesa direita fenomenal (alto) formidável (alto)
Defesa central excelente (mt. baixo) fenomenal (mt. alto)
Defesa esquerda formidável (mt. alto) fenomenal (baixo)
Ataque direito razoável (baixo) excelente (mt. alto)
Ataque central magnífica (mt. baixo) excelente (mt. alto)
Ataque esquerdo razoável (baixo) formidável (mt. baixo)
Tiro livre indireto
Defesa fenomenal (baixo) formidável (baixo)
Ataque fenomenal (mt. baixo) boa (mt. alto)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Normal
Nível mítica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro 100% ofensivo

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 José Luiz Miranda 24′
2 – 0 Otoniel Amorim 25′
2 – 1 Jochem Betas 70′
3 – 1 Camilo Godoy 76′
4 – 1 Sämi Zima 80′
1 cartão amarelo Sämi Zima 84′

Posse de Bola

61%
39%
59%
41%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
9 2
3 Ataque esquerdo 0
5 Ataque central 1
1 Ataque direito 0
0 Outro 1
0 Eventos especiais 0

Estatísticas exclusivas

 

About mengomengo