Jogo de Torneio #252 – SWT

Sexto jogo do Mengo/Várzea na tradicional SWT, temporada 11. Bom momento do time na competição, terceira vitória seguida! 5-2 contra time da região de Great Manchester, Inglaterra, que joga a V Divisão do HTI.

 

Fairly good weather for football at the stadium today. , confira comigo a escalação: SimionWilmots, Ćirić, WrightPuglia, Vilims, Kaymakchiyski, Bonaccini, AttigerKarjanmaa, Habraken.

, e a lista dos titulares é: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

Säynatsalon Riento está escalado na formação 3-5-2. Já no caso do(a) Mengo/Várzea Medicine 3012, a formação escolhida foi o 2-4-3. Säynatsalon usou toda sua habilidade de nível colossal em concentrar ataques no corredor central, ignorando as pontas. Mengo/Várzea decidiu usar toda a sua criatividade em campo, utilizando todos os recursos que tinha à mão. Micah Randall dominou completamente a sua lateral, sempre correndo muito e criando jogadas de perigo. Em mais um cruzamento, Camilo Godoy conseguiu chegar primeiro que a defesa adversária fazendo o gol e alterando o placar para 0 a 1 aos 10 minutos. Protestos de toda torcida quando o juiz mostrou apenas um amarelo a Veikko Kervinen do(a) Mengo/Várzea, após cometer uma falta por trás aos 18 minutos. Muitos achavam que o jogador deveria ter sido expulso. Os jogadores do(a) Mengo/Várzea estavam confusos com a nova tática adotada pelo técnico. Até que eles consigam se entrosar, provavelmente darão muitas cabeçadas. Isso fez com que a organização caísse pra inadequada. A falta batida pelo jogador do(a) Mengo/Várzea, Camilo Godoy, deu a vantagem aos visitantes em 0 a 2 aos 40 minutos. Quando é dado o apito final do primeiro tempo o placar indica: 0 a 2. Este intervalo é um gentil oferecimento da milagrosa caninha de Jarinu, patrocinadora oficial da Seleção Brasileira. Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Mengo/Várzea funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 53% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

A informação que nos chega dos vestiários é que o técnico do(a) Mengo/Várzearepassou as táticas, tentando melhorar alguns problemas vistos na partida. Isso deve levar a organização de volta pra boa. Numa boa subida pela esquerda do(a) Mengo/Várzea, José Luiz Miranda chegou livre na cara do gol e não teve dificuldades de empurrar a bola para o fundo da rede aos 49 minutos. O placar parcial é 0 a 3.Aproveitando o espaço no lado esquerdo do ataque, Micah Randall alargou o placar para 0 a 4 aos 50 minutos. 68 minutos: Camilo Godoy cobrou com perfeição o córner e aí não tem conversa. Paul Taboin, lembrando o grande Jardel, subiu mais alto que todo mundo e mandou a redonda pro fundo do gol. 0 a 5. “Vamos pelo meio” insistiam tanto os jogadores do(a) Säynatsalon que até seus ataques laterais acabavam indo para o centro. Um drible fantástico no meio aos 72 minutos, tirando dois marcadores do lance de uma só vez foi o ponto de partida deste gol. A torcida da casa vibrou quando Georgi Kaymakchiyski invadiu a área e chutou, reduzindo para 1 a 5. Após um cruzamento pela linha de fundo vindo da esquerda aos 77 minutos, a bola sobrou para Derrick Witcher que apareceu isolado na área do adversário. Infelizmente o chute saiu sem força e completamente sem direção. Sempre uma ameaça para os adversários com sua incrível velocidade, Tonio Puglia passou voando pelos marcadores e colocou a bola nos pés de Marco Attiger, que deveria ter marcado facilmente, mas chutou pra longe, não anotando para o(a) Säynatsalon. A torcida da equipe da casa vibrou quando a investida pelo meio de José Luiz Miranda aos 87 minutos resultou numa das melhores defesas do dia feita pelo goleiro. 87 minutos: A torcida do time da casa irrompe numa cantoria quando Georgi Kaymakchiyski avança pelo meio, gira, tabela e arranja espaço para chutar entre os zagueiros. A bola repousa na rede e reduz o placar para 2 a 5. É… Tem jogador batendo cabeça no posicionamento… Será que essa é realmente a melhor formação para o(a) Mengo/Várzea? A organização está caindo pra razoável. Quando a placa indicando 2 minutos extras foi levantada, pude ouvir um dos técnicos reclamando: “Pelo amor de Deus, né, juizão? Quer dar acréscimo ou mais um tempo de jogo?” Bravo! As luzes se apagam e mais um espetáculo da bola chega ao fim. O público presente nas cadeiras aplaude o placar, que mostra 2 a 5. Mengo/Várzea demonstrou melhor intimidade com a bola e a manteve nos pés por 51% durante o final deste tempo.

Jānis Vilims, do(a) Säynatsalon deu um show à parte, desconcertando a todos com seu jogo de encher os olhos, Adrian Simion não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz. Pelo(a) Mengo/Várzea, Derrick Witcher fica com o prêmio Trivelão, dado para o melhor jogador da partida, parecendo ter sugado todo o talento do Micah Randall que nada fez no jogo.

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (mt. alto) excelente (baixo)
Defesa direita inadequada (baixo) formidável (mt. alto)
Defesa central formidável (mt. alto) boa (mt. alto)
Defesa esquerda inadequada (alto) fenomenal (mt. baixo)
Ataque direito boa (alto) inadequada (mt. baixo)
Ataque central fenomenal (mt. baixo) fenomenal (mt. alto)
Ataque esquerdo boa (baixo) inadequada (mt. alto)
Tiro livre indireto
Defesa razoável (baixo) formidável (alto)
Ataque inadequada (alto) formidável (baixo)
Orientação
Tática Ataque pelo meio Jogar com criatividade
Nível colossal titânica
Estilo de jogo 80% ofensivo neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Camilo Godoy 10′
0 – 2 Camilo Godoy 40′
0 – 3 José Luiz Miranda 49′
0 – 4 Micah Randall 50′
0 – 5 Paul Taboin 68′
1 – 5 Georgi Kaymakchiyski 72′
2 – 5 Georgi Kaymakchiyski 87′
1 cartão amarelo Veikko Kervinen 18′

Posse de Bola

47%
53%
49%
51%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
5 10
1 Ataque esquerdo 4
2 Ataque central 1
1 Ataque direito 2
0 Outro 1
1 Eventos especiais 2

Estatísticas exclusivas

About mengomengo