About Author: mengomengo

Posts by mengomengo

0

Jogo de Torneio #83 – MVC

Terceiro jogo do MVC no Quadrangular MedUfes, temporada 3. Mais uma derrota, 1-3 frente ao Vitória Football Club.

 

Assim, o time se despediu na lanterna da competição, 1 empate e 2 derrotas, 7 gols marcados e 12 gols sofridos.

 

Football 3 – 1 Chesterton

We had overcast weather free of rain at the stadium today. . A torcida vai falando o nome de cada um dos jogadores: TibiriçáCockman, Rocha, MariaEvaristo, Barboza, Martim, Pinheiro, WysockiBrittner, Valente.

, confira comigo a escalação: JoraMarinov, Loquet, RojasCunha Silva, Korkala, Uverskiy, Zahariev, BerrajaPetrović, Tapia.

Enquanto as equipes se preparavam para começar a partida, foi possível perceber que as duas jogarão no 3-5-2. Era nítido o jogo pelas laterais do(a) Chesterton, que atingiu o nível colossal, acionando os alas a todo momento. Fazendo uso de sua excepcional velocidade aos 12 minutos, Zeferino Cunha Silva do(a) Chesterton se livrou da defesa e passou pelo goleiro, mas ficou sem ângulo para um chute preciso e acertou a rede pelo lado de fora. O bom trabalho da defesa do(a) Football criava algumas boas chances de contra-ataques; em um deles, Arnold Brittner foi lançado em profundidade, invadiu a área pelo meio e ficou sozinho com o goleiro. Tocou rasteiro entre as pernas dele, a bola ia entrar, mas perdeu força e parou em cima da linha, dando tempo para que o goleiro conseguisse defender. Aos 26 minutos ficou provado que algumas coisas só são aprendidas através da experiência, e Thierry Rojas deveria tomar isso como lição, depois de quase deixar o(a) Football fazer um gol ao fazer embaixadinhas onde não devia. Aos 31 minutos, o juiz já estava no limite de sua paciência, quando Adib Berrajadeu outra entrada com mais força que o necessário e por isso o esperado cartão amarelo foi mostrado para o representante do(a) Chesterton. Seguindo seu caminho pelo meio aos 38 minutos, Amauri Martim quase conseguiu ser bem sucedido no chute que foi rasteiro e no cantinho do goleiro da equipe visitante, mas o sempre alerta Marius Jora agarrou a bola com segurança e manteve a igualdade no placar. E 0 a 0 é o resultado quando alcançamos o intervalo do jogo. Os jogadores rumam para os vestiários e enfrentam agora o assédio dos repórteres. Será que a equipe Football é treinada pelo Pep Guardiola? O fato é que eles dominaram estes últimos minutos com 55% de posse de bola.

47 minutos: Thierry Rojas cobrou com perfeição o córner e aí não tem conversa. Adib Berraja, lembrando o grande Jardel, subiu mais alto que todo mundo e mandou a redonda pro fundo do gol. 0 a 1. Thierry Rojas está muito nervoso em campo, cometendo vários erros infantis como cortar o cruzamento adversário com a mão, apesar de quase uma cortada, ele deu sorte já que só o goleiro viu e agarrou a bola. Ele precisa claramente de um pouco mais de experiência. Aos 65 minutos, Dmitry Uverskiy do(a) Chesterton chegou atrasado em uma dividida, inevitavelmente cometendo uma falta dura. O juiz considerou a falta intencional e ‘amarelou’ o jogador!O(a) Football chega diversas vezes perto de fazer o gol pelo centro, desta vez com Arnold Brittner, mas não consegue finalizar com perigo (68 minutos). A torcida irrompeu com o hino do(a) Football, mão no peito e olhar de reverência. Darryl Cockman avançou pela direita aos 71 minutos e marcou para empatar. 1 a 1. GOLAÇO!! Aos 81 minutos Gil Wysocki desempata o jogo para o(a) Football numa meia-bicicleta, depois de uma tabela pelo meio da defesa adversária. O jogo agora está em 2 a 1. Visivelmente nervosos, alguns jogadores do(a) Football trocavam olhares como se procurassem alguém para acalmá-los. Football aumentou a vantagem aos 86 minutos quando Caião Evaristo avançou pela defesa central adversária e chutou forte para marcar 3 a 1. Quando a placa indicando 1 minuto extra foi levantada, pude ouvir um dos técnicos reclamando: “Pelo amor de Deus, né, juizão? Quer dar acréscimo ou mais um tempo de jogo?” Fim de papo! E a PM cerca o trio de arbitragem. Pura marra do árbitro que pediu policiamento, pois ninguém reclama do 3 a 1. Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Football funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 56% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Gil Wysocki armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Football, enquanto que o Darryl Cockman leva o prêmio Botinha Anatômica pela sua atuação ridícula em campo. Zeferino Cunha Silva, do(a) Chesterton, com as pinceladas de Michelangelo nos pés, pintou uma bonita obra de arte no campo com um futebol exuberante, por outro lado, o que aconteceu com Vasil Marinov? Parece que desaprendeu a jogar bola!

Detalhes de desempenho

Meio-campo excelente (alto) boa (mt. baixo)
Defesa direita fenomenal (alto) boa (baixo)
Defesa central brilhante (alto) razoável (baixo)
Defesa esquerda magnífica (mt. alto) excelente (baixo)
Ataque direito fenomenal (alto) magnífica (mt. alto)
Ataque central fenomenal (mt. alto) inadequada (mt. alto)
Ataque esquerdo fenomenal (mt. alto) fenomenal (alto)
Tiro livre indireto
Defesa excelente (baixo) boa (baixo)
Ataque razoável (mt. alto) razoável (mt. alto)
Orientação
Tática Normal Ataque pelas laterais
Nível (nenhuma tática) colossal
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Adib Berraja 47′
1 – 1 Darryl Cockman 71′
2 – 1 Gil Wysocki 81′
3 – 1 Caião Evaristo 86′
Adib Berraja 31′
Dmitry Uverskiy 65′

Posse de Bola

55%
45%
56%
44%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
9 6
0 Ataque esquerdo 0
6 Ataque central 2
1 Ataque direito 0
0 Outro 2
2 Eventos especiais 2

Estatísticas exclusivas

0

Jogo de Torneio #82 – MVC

Segundo jogo do MVC no Quadrangular MedUfes, temporada 1. Derrota de 2-5 frente ao Sport Club São João.

Chesterton 2 – 5 Sport

Weather conditions were fairly good for football at the stadium today. , enquanto uma constelação de craques vai entrando em campo sob os aplausos frenéticos da torcida! E lá vêm eles: JoraMarinov, RojasCunha Silva, Korkala, Uverskiy, Zahariev, BerrajaAires, Tapia, Petrović.

, confira comigo a escalação: Genipabude Castro, Cunha Moura, de JesusRampelotto, Mesquita, 栗田 (Kurita), Conselheiro, BierhalsBu Shaihrai, Souza Neves.

Mengo Várzea Chesterton está escalado na formação 2-5-3. Já no caso do(a) Sport Clube São João, a formação escolhida foi o 3-5-2. Era nítido o jogo pelas laterais do(a) Chesterton, que atingiu o nível titânica, acionando os alas a todo momento. 3 minutos: Paulo Vicente Souza Neves do(a) Sport deu a vantagem aos visitantes depois de uma sequência de jogadas pelo meio. Placar: 0 a 1. Fazendo uso de sua excepcional velocidade aos 23 minutos, Zeferino Cunha Silva do(a) Chesterton se livrou da defesa e passou pelo goleiro, mas ficou sem ângulo para um chute preciso e acertou a rede pelo lado de fora. Adib Berraja correu pela esquerda e ninguém foi capaz de pará-lo. Driblou um, se adiantou, cortou a bola para a pequena área e chutou. 1 a 1, a torcida comemorou muito este empate aos 24 minutos. O jogador, sempre brincalhão, deu um beijo na testa do goleiro adversário. Adib Berraja do(a) Chesterton criou uma grande oportunidade para Angel Zahariev, que infelizmente não conseguiu marcar o gol. A torcida da casa estava pegando no pé de Nivaldo Cunha Moura, gritando injúrias contra sua família e pondo em xeque sua masculinidade. A resposta foi dada dentro de campo: Aos 30 minutos, ele dominou a bola no meio, limpou e chutou para marcar com raiva. Ele comemora muito este gol e manda a torcida local calar a boca. Os visitantes tomam a liderança com o placar de 1 a 2. No 35° minuto, um erro na defesa esquerda do time da casa permitiu a Abdul-Majid Bu Shaihrai chegar cara a cara com o goleiro e com um toque por cobertura marcar outro gol para os visitantes. 1 a 3. 36 minutos: a corrida de Zeferino Cunha Silva pelo meio para o gol, driblando três e colocando no ângulo esquerdo… foi desconcertante!!! 2 a 3. E 2 a 3 é o resultado quando alcançamos o intervalo do jogo. Os jogadores rumam para os vestiários e enfrentam agora o assédio dos repórteres. Será que a equipe Sport é treinada pelo Pep Guardiola? O fato é que eles dominaram estes últimos minutos com 62% de posse de bola.

Marius Jora conseguiu encostar com a ponta dos dedos e desviar o petardo disparado por 優輝 (Yuki) 栗田 (Kurita) que avançava pela esquerda, conseguindo manter a equipe da casa no jogo ao evitar que a desvantagem no placar aumentasse ainda mais. Alguns torcedores do time da casa deixam o estádio quando, aos 63 minutos, 優輝 (Yuki) 栗田 (Kurita) se infiltra pela direita e bate forte, sem chance para o goleirão, aumentando a vantagem do(a) Sport para 2 a 4. A inexperiência dos jogadores do(a) Sport pode custar caro neste fim de jogo. A torcida do time da casa não ficou impressionada quando Cacá Rampelotto veio da direita e com um chute firme fez o gol aos 77 minutos. Sport agora vence por 2 a 5. No 79º minuto, boa parte da torcida do(a) Sportgritou gol quando o time quase aumentou a vantagem no placar, após um chute de longa distância pela direita. Para a decepção de muitos, o tiro foi quase sem ângulo e bateu na rede pelo lado de fora. HAJA CORAÇÃO!! A partida vai chegando ao fim, o juiz já podia até acabar, mas decidiu dar mais 1 minuto de acréscimo. Apita o árbitro, fim da partida! O resultado final é 2 a 5. “Quem tem que correr é a bola e não vocês”, costuma dizer o técnico do(a) Sport. Seus jogadores seguiram bem os seus ensinamentos e chegaram ao fim deste tempo com 63% da posse de bola.

Tauro Tapia, do(a) Chesterton deu um show à parte, desconcertando a todos com seu jogo de encher os olhos, enquanto que o Vasil Marinov leva o prêmio Botinha Anatômica pela sua atuação ridícula em campo. Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Abdul-Majid Bu Shaihrai armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Sport, Dennis de Jesus não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz.

Detalhes de desempenho

Meio-campo razoável (alto) fenomenal (mt. baixo)
Defesa direita boa (baixo) magnífica (mt. alto)
Defesa central inadequada (baixo) magnífica (mt. baixo)
Defesa esquerda boa (mt. alto) fenomenal (alto)
Ataque direito genial (mt. baixo) sobrenatural (baixo)
Ataque central boa (mt. baixo) brilhante (mt. baixo)
Ataque esquerdo brilhante (baixo) formidável (alto)
Tiro livre indireto
Defesa boa (baixo) excelente (baixo)
Ataque boa (mt. baixo) razoável (baixo)
Orientação
Tática Ataque pelas laterais Normal
Nível titânica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Paulo Vicente Souza Neves 3′
1 – 1 Adib Berraja 24′
1 – 2 Nivaldo Cunha Moura 30′
1 – 3 Abdul-Majid Bu Shaihrai 35′
2 – 3 Zeferino Cunha Silva 36′
2 – 4 優輝 (Yuki) 栗田 (Kurita) 63′
2 – 5 Cacá Rampelotto 77′

Posse de Bola

38%
62%
37%
63%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
4 9
1 Ataque esquerdo 2
1 Ataque central 2
0 Ataque direito 4
0 Outro 1
2 Eventos especiais 0

Estatísticas exclusivas

 

0

Jogo de Torneio #81 – MVC

Primeiro jogo do MVC na Quadrangular MedUfes, temporada 1, Torneio que incluía meu outro time e o de dois amigos da faculdade.

Na estréia, o embate entre os dois Mengo Várzea. Em jogo de comadre movimentado, o empate prevaleceu.

 

The spectators at the stadium today were in for an afternoon of sunshine. It was a sunny day and the technical players could roll the ball around with ease. Those that had to chase after the ball found the weather less appealing, it especially stymied the game of Powerful and Quick players. , e a lista dos titulares é: CoenegrachtTaboin, Pimentel, PolewaczykRandall, Ojaniemi, Zima, CaçãoAmorim, Leme Rocha, Godoy.

, e os jogadores vão saindo do vestiário: JoraMarinov, RojasCunha Silva, Korkala, Uverskiy, Zahariev, BerrajaAires, Tapia, Petrović.

Hoje será um dia de disputa entre filosofias futebolísticas distintas, já que o time da casa decidiu começar o jogo com um 3-4-3 enquanto os visitantes escolheram o 2-5-3.Mengo/Várzea resolveu dar prioridade à criatividade. A instrução do técnico do(a) Chesterton era evitar ao máximo o ataque pelo centro, e abrir sempre o jogo para as laterais, pois treinaram bastante esta tática, que atingia nível titânica. Escanteio aos 9 minutos: Tauro Tapia recebe a bola e cruza, o goleiro tentou encaixar, mas a pelota escorregou e escapuliu sem controle. Foi a chance que Angel Zahariev precisava para marcar. Com um soco no ar, ele beijou o emblema do(a) Chesterton e correu pro abraço. 0 a 1. Marius Jora salva o time de sofrer o gol de empate aos 20 minutos após ótimo chute de dentro da grande área de Válter Pimentel do(a) Mengo/Várzea. A bola bateu na mão do goleiro, na trave, e foi para fora. Um passe de surpresa de Antti Ojaniemi aos 23 minutos colocou Hercílio Cação cara a cara com o goleiro e após uma finta, deixa o arqueiro pra trás e toca pro fundo do gol. 1 a 1. O(a) Chesterton lançava rápidos contra-ataques. Aos 34 minutos, a defesa teve de recorrer à falta para travar mais um desses contra-ataques. O chute de Thierry Rojas acabou batendo na barreira.O miolo de zaga adversário não dava tranquilidade a João Luiz Leme Rocha para chutar, razão pela qual seus chutes não estavam saindo como desejado (35 minutos).Angel Zahariev, o filho do vento, fazendo jus ao seu apelido, avança sem marcação e cruza para Zeferino Cunha Silva fazer o gol com facilidade. Aos 36 minutos o placar mostra 1 a 2. Em jogada pela esquerda aos 40 minutos, Tauro Tapia acabou sobrando livre na grande área, completando com um ótimo giro e aumentando para 1 a 3. O árbitro da partida soprou o instrumento e pediu a bola sem dar os acréscimos devido a uma forte dor de barriga. 1 a 3 era o placar ao soar o apito do juiz para o intervalo.Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Mengo/Várzea funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 55% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

66 minutos: A torcida do time da casa irrompe numa cantoria quando Otoniel Amorimavança pelo meio, gira, tabela e arranja espaço para chutar entre os zagueiros. A bola repousa na rede e reduz o placar para 2 a 3. 67 minutos: João Luiz Leme Rocha deve ser parente do Euller, “O filho do vento”, pois deixou o Vasil Marinov comendo poeira e tocou por cobertura na saída do goleiro. Agora o placar mostra 3 a 3. GOLAÇO!! Aos 68 minutos Otoniel Amorim desempata o jogo para o(a) Mengo/Várzea numa meia-bicicleta, depois de uma tabela pelo meio da defesa adversária. O jogo agora está em 4 a 3. Aos 69 minutos, Hercílio Cação do(a) Mengo/Várzea se jogou escandalosamente na entrada da área, mas o juiz não engoliu e ainda por cima deu um amarelo pelo teatro. O jogador inconformado saiu resmungando alguma coisa sobre o árbitro e o coelhinho da Páscoa… Angel Zahariev arrancou no 73º minuto, passou pela defesa, mas perdeu o controle da pelota, que saiu pela linha de fundo. Depois de uma ótima combinação de passes no centro da defesa adversária aos 81 minutos o jogador Zeferino Cunha Silva, do(a) Chesterton, chuta forte e rasteiro para fazer 4 a 4! A inexperiência dos jogadores do(a) Chesterton pode custar caro neste fim de jogo. A jogada pela direita feita por Flawian Polewaczyk tinha a intenção de dar a liderança para o(a) Mengo/Várzea, mas seu chute não tinha apenas a força comparada a um foguete, mas também a direção. Já tinha jogador sentindo cãibra em campo, mas quando o juiz disse que vai ter mais 2 minutos de jogo, os jogadores parecem ter decidido dar um pique final. Termina o jogo e o placar mostra 4 a 4. Mengo/Várzeademonstrou melhor intimidade com a bola e a manteve nos pés por 53% durante o final deste tempo.

Camilo Godoy, do(a) Mengo/Várzea deu um show à parte, desconcertando a todos com seu jogo de encher os olhos, enquanto que o Hercílio Cação leva o prêmio Botinha Anatômica pela sua atuação ridícula em campo. Pelo(a) Chesterton, Tauro Tapia fica com o prêmio Trivelão, dado para o melhor jogador da partida, Vasil Marinov não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz.

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (alto) razoável (baixo)
Defesa direita excelente (alto) boa (baixo)
Defesa central excelente (mt. baixo) inadequada (baixo)
Defesa esquerda excelente (mt. alto) excelente (baixo)
Ataque direito inadequada (baixo) magnífica (alto)
Ataque central brilhante (baixo) boa (mt. baixo)
Ataque esquerdo razoável (baixo) brilhante (baixo)
Tiro livre indireto
Defesa formidável (alto) boa (baixo)
Ataque formidável (alto) boa (mt. baixo)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Ataque pelas laterais
Nível sobrenatural titânica
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Angel Zahariev 9′
1 – 1 Hercílio Cação 23′
1 – 2 Zeferino Cunha Silva 36′
1 – 3 Tauro Tapia 40′
2 – 3 Otoniel Amorim 66′
3 – 3 João Luiz Leme Rocha 67′
4 – 3 Otoniel Amorim 68′
4 – 4 Zeferino Cunha Silva 81′
Hercílio Cação 69′

Posse de Bola

55%
45%
53%
47%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
9 7
2 Ataque esquerdo 1
3 Ataque central 1
2 Ataque direito 0
0 Outro 2
2 Eventos especiais 3

Estatísticas exclusivas

 

0

Jogo de Torneio #256 – SWT

Décimo e último jogo do Mengo/Várzea Medicine 3012 na tradicional Supporter Week Trophy, temporada 11. O time encerrou campanha de altos e baixos com goleada de 5-2 contra time da região de Thaa, das Maldivas, que joga a V Divisão do HTI. Destaque para o hat-trcik do matador Camilo Godoy.

 

Assim o time terminou com 15pt, sendo 5 vitórias e 5 derrotas, 27 gols marcados e 27 sofridos.

Ficou em #5358 dentr os 11576 participantes.

 

Weather conditions were fairly good for football at the stadium today. , e a lista dos titulares é: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

. A torcida vai falando o nome de cada um dos jogadores: IbrahimCogonbrellas, Martínez, Tornaghi, SottocornolaLehmann, Kaaku, DhanvadeKawała, Zabeer, del Olmo.

Mengo/Várzea Medicine 3012 está escalado na formação 2-4-3. Já no caso do(a) Blätzbums International, a formação escolhida foi o 4-3-3. Mengo/Várzea decidiu usar toda a sua criatividade em campo, utilizando todos os recursos que tinha à mão. Mengo/Várzea assumiu a liderança aos 2 minutos, quando Veikko Kervinen tabelou pela esquerda e chutou rasteiro da entrada da área para fazer 1 a 0. O nó tático prometido pelo técnico do(a) Mengo/Várzea não está dando certo e os jogadores estão muito confusos em campo. Com isso a organização caiu para fraca. José Luiz Miranda do(a) Mengo/Várzea viu seu bom chute atingir o travessão e sair, resultado de um grande trabalho de seus companheiros de equipe pelo meio. Com 29 minutos de jogo o(a) International, em mais um rápido contra-ataque pela esquerda, conseguiu uma boa oportunidade, mas o chute de Zenek Kawała foi fraco e acabou nas mãos do goleiro. É… Tem jogador batendo cabeça no posicionamento… Será que essa é realmente a melhor formação para o(a) International? A organização está caindo pra razoável. 43 minutos: Ilyas Kaaku dominou a bola na entrada da área e, num chute de surpresa, obrigou o goleiro adversário a espalmar a bola de qualquer maneira. Ausam Zabeer, sempre oportunista, só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol e correr para o abraço, colhendo os louros da glória. O placar está em 1 a 1. O árbitro da partida soprou o instrumento e pediu a bola sem dar os acréscimos devido a uma forte dor de barriga. 1 a 1 era o placar ao soar o apito do juiz para o intervalo. No derradeiro minuto, Mengo/Várzea se sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 57% da posse de bola!

O técnico do(a) Mengo/Várzea continua tentando levar a organização do time de volta a um nível pelo menos boa, fazendo com que o time se encontre em campo na nova formação tática. Com muitos gestos e explicações o técnico do(a) Internationalrepassou a tática com a equipe, que voltou ao nível boa de organização. Internationalassume a liderança no placar, que agora mostra 1 a 2. O gol foi feito por Shailendra Dhanvade aos 58 minutos, após uma tabela do tipo “um-dois” pelo meio da zaga central adversária e um perfeito chute no canto direito. As ordens do técnico do(a) Mengo/Várzea não foram bem entendidas pelos jogadores, que se mostraram confusos em campo. Com isso o nível de organização caiu para inadequada. Camilo Godoy não é chamado de orelhudo apenas por seus pára-quedas naturais na cabeça, ele completou de orelha um cruzamento vindo da esquerda aos 71 minutos, deixando a partida em 2 a 2. Os jogadores do(a) International tentavam encontrar suas posições no campo, mas predominou a confusão e a organização que já não estava lá essas coisas, acabou caindo pra inadequada. Pênalti para o time da casa, facilmente convertido por Camilo Godoy aos 79 minutos, deixando o jogo em 3 a 2.Mengo/Várzea aumentou a liderança para 4 a 2 quando Camilo Godoy invadiu pela esquerda e chutou com elegância. A bola venceu o goleiro e estufou a rede. Três, senhoras e senhores, três!!!! Camilo Godoy marca seu terceiro gol e crava sua marca de Hattrick na partida de hoje. O que é que eu vou dizer lá em casa? Que chocolate! José Luiz Miranda vai pelo meio e marca mais um para o time da casa. 5 a 2 para o(a) Mengo/Várzea, e a aula ainda não terminou. O juiz deu mais 2 minutos de acréscimo, dando aos torcedores a esperança de pelo menos mais um ataque de seu time antes do apito final. Bravo! As luzes se apagam e mais um espetáculo da bola chega ao fim. O público presente nas cadeiras aplaude o placar, que mostra 5 a 2.Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Mengo/Várzea funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 57% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

Dribles desconcertantes! Passes precisos! Calma e parcimônia em cada jogada. Derrick Witcher, do(a) Mengo/Várzea, jogou muito essa noite, Micah Randall não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz. Christoph Lehmann, do(a) International deu um show à parte, desconcertando a todos com seu jogo de encher os olhos, Ali Ibrahim foi recebido com uma chuva de pipocas pela torcida. Que apresentação medíocre!

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (mt. alto) razoável (mt. baixo)
Defesa direita excelente (alto) fraca (baixo)
Defesa central razoável (mt. alto) formidável (mt. alto)
Defesa esquerda excelente (mt. alto) formidável (mt. baixo)
Ataque direito inadequada (baixo) ruim (alto)
Ataque central brilhante (alto) boa (mt. alto)
Ataque esquerdo razoável (mt. baixo) boa (baixo)
Tiro livre indireto
Defesa formidável (alto) razoável (mt. alto)
Ataque formidável (baixo) inadequada (mt. alto)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Normal
Nível titânica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 Veikko Kervinen 2′
1 – 1 Ausam Zabeer 43′
1 – 2 Shailendra Dhanvade 58′
2 – 2 Camilo Godoy 71′
3 – 2 Camilo Godoy 79′
4 – 2 Camilo Godoy 82′
5 – 2 José Luiz Miranda 83′

Posse de Bola

57%
43%
57%
43%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
6 3
3 Ataque esquerdo 1
2 Ataque central 1
0 Ataque direito 0
1 Outro 0
0 Eventos especiais 1

Estatísticas exclusivas

 

0

Jogo de Torneio #255 – SWT

Nono jogo do Mengo/Várzea na tradicional SWT, temporada 11. Após três vitórias seguidas, o time sofre o terceiro revés seguido: em novo jogo equilibrado, perdemos por 1-2 para time da VI Divisão da Suíça.

 

Clear skies welcomed the spectators who had made their way to the stadium today. . A torcida vai falando o nome de cada um dos jogadores: SchaitGagić, Galisson, AlasBraasch, Reifschneider, Marshall, Pennacchi, GreilingerPulli, Nofziger.

, e os jogadores vão saindo do vestiário: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

FC Muri está escalado na formação 3-5-2. Já no caso do(a) Mengo/Várzea Medicine 3012, a formação escolhida foi o 2-4-3. Mengo/Várzea pôs em prática suas táticas criativas no campo. O nó tático prometido pelo técnico do(a) Mengo/Várzea não está dando certo e os jogadores estão muito confusos em campo. Com isso a organização caiu para inadequada. A zaga central dos visitantes não deveria ter problemas para cortar o passe para Gottfried Nofziger, mas ele se antecipou e chutou rasteiro de virada. A bola resvalou no pé da trave e foi parar no fundo das redes. Esse gol faz o(a) Muri passar a frente no marcador, que mostra 1 a 0! As ordens do técnico do(a) Mengo/Várzea não foram bem entendidas pelos jogadores, que se mostraram confusos em campo. Com isso o nível de organização caiu para fraca. Os jogadores do(a) Mengo/Várzea estavam confusos com a nova tática adotada pelo técnico. Até que eles consigam se entrosar, provavelmente darão muitas cabeçadas. Isso fez com que a organização caísse pra fraca. Muri aumentou a liderança para 2 a 0 quando Philipp Greilinger invadiu pela esquerda e chutou com elegância. A bola venceu o goleiro e estufou a rede. Ai! Essa doeu até em mim. Cartão amarelo para Aurélien Galisson no 43º minuto, justíssimo. E 2 a 0 é o resultado quando alcançamos o intervalo do jogo. Os jogadores rumam para os vestiários e enfrentam agora o assédio dos repórteres. “Quem tem que correr é a bola e não vocês”, costuma dizer o técnico do(a) Mengo/Várzea. Seus jogadores seguiram bem os seus ensinamentos e chegaram ao fim deste tempo com 55% da posse de bola.

O técnico do(a) Mengo/Várzea continua tentando levar a organização do time de volta a um nível pelo menos boa, fazendo com que o time se encontre em campo na nova formação tática. É… Tem jogador batendo cabeça no posicionamento… Será que essa é realmente a melhor formação para o(a) Mengo/Várzea? A organização está caindo pra razoável. Aos 55 minutos, Aurélien Galisson reagiu chutando a bola com tudo para as arquibancadas. Apesar da festa da torcida do(a) Muri, o juiz não achou isso tão divertido e, sem hesitar, puxou o cartão amarelo. Pouco tempo depois, o auxiliar o avisou que era o segundo cartão e ele corrigiu, mostrando o vermelho também.Aurélien Galisson não cobrará mais nenhuma falta hoje, já que está saindo. Gottfried Nofziger agora terá uma chance para mostrar sua habilidade nas cobranças de bola parada. Protestos de toda torcida quando o juiz mostrou apenas um amarelo a Camilo Godoy do(a) Mengo/Várzea, após cometer uma falta por trás aos 74 minutos. Muitos achavam que o jogador deveria ter sido expulso. A torcida da casa se calou. Camilo Godoy cobrou o pênalti assinalado aos 76 minutos com muita calma e perfeição e descontou, reduzindo a liderança do time da casa para 2 a 1. Já tinha jogador sentindo cãibra em campo, mas quando o juiz disse que vai ter mais 1 minuto de jogo, os jogadores parecem ter decidido dar um pique final. A inexperiência dos jogadores do(a) Muri pode custar caro neste fim de jogo. Termina o jogo e o placar mostra 2 a 1. No derradeiro minuto, Mengo/Várzea se sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 54% da posse de bola!

Dribles desconcertantes! Passes precisos! Calma e parcimônia em cada jogada. Gottfried Nofziger, do(a) Muri, jogou muito essa noite, Sertaç Alas não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz. Derrick Witcher, do(a) Mengo/Várzea, com as pinceladas de Michelangelo nos pés, pintou uma bonita obra de arte no campo com um futebol exuberante,parecendo ter sugado todo o talento do Micah Randall que nada fez no jogo.

Detalhes de desempenho

Meio-campo razoável (mt. alto) excelente (mt. baixo)
Defesa direita fenomenal (mt. alto) excelente (alto)
Defesa central excelente (mt. alto) razoável (mt. alto)
Defesa esquerda formidável (mt. baixo) excelente (mt. alto)
Ataque direito excelente (baixo) inadequada (baixo)
Ataque central excelente (mt. alto) brilhante (mt. alto)
Ataque esquerdo excelente (alto) razoável (baixo)
Tiro livre indireto
Defesa inadequada (alto) formidável (alto)
Ataque inadequada (baixo) formidável (baixo)
Orientação
Tática Normal Jogar com criatividade
Nível (nenhuma tática) titânica
Estilo de jogo 100% defensivo neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 Gottfried Nofziger 26′
2 – 0 Philipp Greilinger 40′
2 – 1 Camilo Godoy 76′
1 cartão amarelo Aurélien Galisson 43′
Suspenso por 1 jogo Aurélien Galisson 55′
1 cartão amarelo Camilo Godoy 74′

Posse de Bola

45%
55%
46%
54%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
2 7
1 Ataque esquerdo 4
1 Ataque central 1
0 Ataque direito 1
0 Outro 1
0 Eventos especiais 0

Estatísticas exclusivas

0

Jogo de Torneio #254 – SWT

Oitavo jogo do Mengo/Várzea Medicine 3012 na tradicional Supporter Week Trophy, temporada 11. Nova derrota, em jogo equilibrado, perdemos 2-3 contra time da região de Niedersachsen, Alemanha, que joga a V divisão do HTI.

 

Weather conditions were pretty good for football today. . A torcida vai falando o nome de cada um dos jogadores: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

, e os jogadores vão saindo do vestiário: BardzkiSpanakis, Zwilling, WendigWinterer, Kohlscheen, Meierlohr, Luque, Bisping-BauBrovarskiy, Mübarek.

Mengo/Várzea Medicine 3012 começou o jogo num 2-4-3, enquanto o(a) Dickes United entrou em campo num 3-5-2. Mengo/Várzea decidiu usar toda a sua criatividade em campo, utilizando todos os recursos que tinha à mão. Os jogadores do(a) Mengo/Várzea estavam confusos com a nova tática adotada pelo técnico. Até que eles consigam se entrosar, provavelmente darão muitas cabeçadas. Isso fez com que a organização caísse pra fraca. Os jogadores do(a) Mengo/Várzea tentavam encontrar suas posições no campo, mas predominou a confusão e a organização que já não estava lá essas coisas, acabou caindo pra ruim. Aos 36 minutos a torcida gritava freneticamente o nome de László Kiszi! Placas de “EU JÁ SABIA” eram erguidas após a brecha que ele encontrou na defesa central adversária, matando a jogada e fazendo 1 a 0 para o(a) Mengo/Várzea! Aos 39 minutos os visitantes chegaram ao empate em 1 a 1 depois de uma fantástica assistência vinda da esquerda que foi finalizada com muito estilo por Ernst Winterer. Quando é dado o apito final do primeiro tempo o placar indica: 1 a 1. Este intervalo é um gentil oferecimento da milagrosa caninha de Jarinu, patrocinadora oficial da Seleção Brasileira. Será que a equipe Dickes é treinada pelo Pep Guardiola? O fato é que eles dominaram estes últimos minutos com 51% de posse de bola.

O técnico do(a) Mengo/Várzea continua tentando levar a organização do time de volta a um nível pelo menos razoável, fazendo com que o time se encontre em campo na nova formação tática. Mengo/Várzea teve uma boa chance de passar a frente no marcador quando Paul Taboin deixou todos desnorteados avançando pela esquerda, mas a oportunidade foi perdida no momento em que seu chute foi por cima do gol aos 54 minutos. O jogador do(a) Dickes, Pedro Luque, recebeu um cartão amarelo e algumas palavras duras do árbitro depois de uma forte entrada sobre um adversário aos 66 minutos. O juiz aponta uma falta para o(a) Mengo/Várzea e a equipe se prepara para levantar a bola na área. A defesa não parece ter treinado esse tipo de jogada e fica completamente vendida no lance, tanto que Derrick Witcher tem tempo de matar no peito e bater a queima-roupa, sem chances para o goleiro. O placar mostra agora 2 – 1. As ordens do técnico do(a) Mengo/Várzea não foram bem entendidas pelos jogadores, que se mostraram confusos em campo. Com isso o nível de organização caiu para inadequada. 74 minutos: o jogador do(a) Dickes, Pedro Luque, encontrou um buraco no centro da defesa da casa e marcou com um chute forte e colocado. 2 a 2! Ele foi comemorar dançando com animadoras de torcida, que eram do time local e o ignoraram solenemente. O ataque esquerdo dos visitantes criou uma oportunidade aos 81 minutos, e Viktor Kohlscheen não perderia essa chance por nada. Ele passou por dois zagueiros e finalizou com precisão, sem chances pro goleiro. Com este gol o placar fica em 2 a 3 para os visitantes. O jogo teve algumas faltas e paradas para atendimentos aos jogadores, então o juiz dará 1 minuto além do tempo regulamentar. Justo. Visivelmente nervosos, alguns jogadores do(a) Dickes trocavam olhares como se procurassem alguém para acalmá-los.Termina o jogo e o placar mostra 2 a 3. No derradeiro minuto, Dickes se sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 53% da posse de bola!

Derrick Witcher, do(a) Mengo/Várzea deu um show à parte, desconcertando a todos com seu jogo de encher os olhos, por outro lado, o que aconteceu com Micah Randall? Parece que desaprendeu a jogar bola! Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Mikhail Brovarskiy armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Dickes, Jan Bardzki não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz.

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (mt. alto) excelente (baixo)
Defesa direita excelente (baixo) razoável (mt. alto)
Defesa central razoável (alto) boa (mt. baixo)
Defesa esquerda excelente (alto) boa (alto)
Ataque direito inadequada (baixo) razoável (mt. baixo)
Ataque central brilhante (alto) boa (alto)
Ataque esquerdo razoável (mt. baixo) razoável (mt. baixo)
Tiro livre indireto
Defesa formidável (alto) inadequada (alto)
Ataque formidável (baixo) inadequada (alto)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Normal
Nível titânica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 László Kiszi 36′
1 – 1 Ernst Winterer 39′
2 – 1 Derrick Witcher 70′
2 – 2 Pedro Luque 74′
2 – 3 Viktor Kohlscheen 81′
1 cartão amarelo Pedro Luque 66′

Posse de Bola

49%
51%
47%
53%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
3 6
1 Ataque esquerdo 3
1 Ataque central 1
0 Ataque direito 1
1 Outro 1
0 Eventos especiais 0

Estatísticas exclusivas

 

0

Jogo de Torneio #253 – SWT

Sétimo jogo do Mengo/Várzea na tradicional SWT, temporada 11. Após uma boa sequência, voltamos a perder: 0-5 frente a time da VI Divisão da Alemanha.

 

The weather was pretty good at the stadium today for the match. , e a lista dos titulares é: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

, confira comigo a escalação: MorgülMachwitz, Vaxevanakis, UhlemannManteuffel, Kozák, Kuchenheim, Sladký, AramayoKoźlicki, Niescher.

Hoje será um dia de disputa entre filosofias futebolísticas distintas, já que o time da casa decidiu começar o jogo com um 2-4-3 enquanto os visitantes escolheram o 3-5-2. O técnico do(a) Mengo/Várzea instruiu seus jogadores que priorizassem suas habilidades especiais e usassem a criatividade. O(a) Hülsse quase fez o gol do desempate pela esquerda com Brisco Niescher aos 17 minutos, mas a bola acabou passando longe do gol de Raymon Coenegracht. Aos 34 minutos ficou provado que algumas coisas só são aprendidas através da experiência, e Holm Uhlemann deveria tomar isso como lição, depois de quase deixar o(a) Mengo/Várzea fazer um gol ao fazer embaixadinhas onde não devia. Seguindo seu caminho pelo meio aos 35 minutos, José Luiz Miranda quase conseguiu ser bem sucedido no chute que foi rasteiro e no cantinho do goleiro da equipe visitante, mas o sempre alerta Faruk Morgül agarrou a bola com segurança e manteve a igualdade no placar. Após 40 minutos a equipe visitante colocou-se na frente do marcador em 0 a 1 quando Brisco Niescher, vindo da esquerda, finalizou com um potente chute cruzado. No 41° minuto, Justo Aramayo do(a) Hülsse avançou pelo meio da zaga e disparou uma verdadeira bomba, marcando o gol. O resultado agora é 0 a 2. Uma grande jogada de Micah Randall aos 44 minutos! Um drible lindo em cima do grande cabeceador Theodoros Vaxevanakis e uma finalização quase precisa… Ele merecia o gol, mas o chute saiu por cima do travessão. Aproveitando o espaço no lado esquerdo do ataque, Thomas Manteuffel alargou o placar para 0 a 3 aos 44 minutos. As ordens do técnico do(a) Mengo/Várzea não foram bem entendidas pelos jogadores, que se mostraram confusos em campo. Com isso o nível de organização caiu para ruim. 44 minutos: Veikko Kervinen saiu bem no ataque, com apenas um zagueiro na marcação. Após ter driblado o zagueiro acabou chutando a bola em cima do goleiro Faruk Morgül que nada teve de fazer senão agarrar a bola que vinha em sua direção.Os jogadores do(a) Mengo/Várzea estavam confusos com a nova tática adotada pelo técnico. Até que eles consigam se entrosar, provavelmente darão muitas cabeçadas. Isso fez com que a organização caísse pra ruim. Um erro de comunicação entre os zagueiros centrais acabou deixando Konrad Koźlicki completamente desmarcado para tocar por entre as pernas do goleiro no 44º minuto. Com isso a vantagem do(a) Hülsse aumentou para 0 a 4. O árbitro pediu a bola, apontou para o centro do campo e disse que não há tempo para mais nada. Placar parcial: 0 a 4. Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Mengo/Várzea funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 52% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

A informação que nos chega dos vestiários é que o técnico do(a) Mengo/Várzearepassou as táticas, tentando melhorar alguns problemas vistos na partida. Isso deve levar a organização de volta pra razoável. No 50° minuto de jogo, István Kozákrecebeu a bola livre após uma bela jogada pela esquerda do(a) Hülsse, tendo apenas que invadir a área e tocar na saída do goleiro marcando outro gol para os visitantes. O placar agora é 0 a 5. O(a) Mengo/Várzea quase descontou aos 61 minutos, mas a falta cobrada por Camilo Godoy bateu na barreira. 73 minutos: depois de uma série de puxões e empurrões, Eduard Sladký do(a) Hülsse recebeu um cartão amarelo. Aos 79 minutos, Camilo Godoy do(a) Mengo/Várzea chegou atrasado em uma dividida, inevitavelmente cometendo uma falta dura. O juiz considerou a falta intencional e ‘amarelou’ o jogador! O jogo teve algumas faltas e paradas para atendimentos aos jogadores, então o juiz dará 1 minuto além do tempo regulamentar. Justo. Termina o jogo e o placar mostra 0 a 5. Hülsse demonstrou melhor intimidade com a bola e a manteve nos pés por 52% durante o final deste tempo.

Pelo(a) Mengo/Várzea, Derrick Witcher fica com o prêmio Trivelão, dado para o melhor jogador da partida, parecendo ter sugado todo o talento do Micah Randall que nada fez no jogo. Dribles desconcertantes! Passes precisos! Calma e parcimônia em cada jogada. Brisco Niescher, do(a) Hülsse, jogou muito essa noite, por outro lado, o que aconteceu com Thomas Manteuffel? Parece que desaprendeu a jogar bola!

Detalhes de desempenho

Meio-campo excelente (baixo) excelente (baixo)
Defesa direita formidável (mt. baixo) magnífica (baixo)
Defesa central boa (mt. baixo) brilhante (baixo)
Defesa esquerda formidável (mt. baixo) brilhante (mt. baixo)
Ataque direito inadequada (alto) fraca (mt. alto)
Ataque central magnífica (baixo) boa (alto)
Ataque esquerdo razoável (alto) boa (mt. alto)
Tiro livre indireto
Defesa formidável (alto) boa (baixo)
Ataque formidável (baixo) inadequada (alto)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Normal
Nível titânica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro 100% ofensivo

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Brisco Niescher 40′
0 – 2 Justo Aramayo 41′
0 – 3 Thomas Manteuffel 44′
0 – 4 Konrad Koźlicki 44′
0 – 5 István Kozák 50′
1 cartão amarelo Eduard Sladký 73′
1 cartão amarelo Camilo Godoy 79′

Posse de Bola

52%
48%
48%
52%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
7 7
2 Ataque esquerdo 4
2 Ataque central 3
0 Ataque direito 0
1 Outro 0
2 Eventos especiais 0

Estatísticas exclusivas

0

Jogo de Torneio #252 – SWT

Sexto jogo do Mengo/Várzea na tradicional SWT, temporada 11. Bom momento do time na competição, terceira vitória seguida! 5-2 contra time da região de Great Manchester, Inglaterra, que joga a V Divisão do HTI.

 

Fairly good weather for football at the stadium today. , confira comigo a escalação: SimionWilmots, Ćirić, WrightPuglia, Vilims, Kaymakchiyski, Bonaccini, AttigerKarjanmaa, Habraken.

, e a lista dos titulares é: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

Säynatsalon Riento está escalado na formação 3-5-2. Já no caso do(a) Mengo/Várzea Medicine 3012, a formação escolhida foi o 2-4-3. Säynatsalon usou toda sua habilidade de nível colossal em concentrar ataques no corredor central, ignorando as pontas. Mengo/Várzea decidiu usar toda a sua criatividade em campo, utilizando todos os recursos que tinha à mão. Micah Randall dominou completamente a sua lateral, sempre correndo muito e criando jogadas de perigo. Em mais um cruzamento, Camilo Godoy conseguiu chegar primeiro que a defesa adversária fazendo o gol e alterando o placar para 0 a 1 aos 10 minutos. Protestos de toda torcida quando o juiz mostrou apenas um amarelo a Veikko Kervinen do(a) Mengo/Várzea, após cometer uma falta por trás aos 18 minutos. Muitos achavam que o jogador deveria ter sido expulso. Os jogadores do(a) Mengo/Várzea estavam confusos com a nova tática adotada pelo técnico. Até que eles consigam se entrosar, provavelmente darão muitas cabeçadas. Isso fez com que a organização caísse pra inadequada. A falta batida pelo jogador do(a) Mengo/Várzea, Camilo Godoy, deu a vantagem aos visitantes em 0 a 2 aos 40 minutos. Quando é dado o apito final do primeiro tempo o placar indica: 0 a 2. Este intervalo é um gentil oferecimento da milagrosa caninha de Jarinu, patrocinadora oficial da Seleção Brasileira. Parece que o esquema “tic-tac” do técnico do(a) Mengo/Várzea funcionou muito bem, já que eles dominaram o meio de campo com 53% da posse de bola ao final desses 45 minutos.

A informação que nos chega dos vestiários é que o técnico do(a) Mengo/Várzearepassou as táticas, tentando melhorar alguns problemas vistos na partida. Isso deve levar a organização de volta pra boa. Numa boa subida pela esquerda do(a) Mengo/Várzea, José Luiz Miranda chegou livre na cara do gol e não teve dificuldades de empurrar a bola para o fundo da rede aos 49 minutos. O placar parcial é 0 a 3.Aproveitando o espaço no lado esquerdo do ataque, Micah Randall alargou o placar para 0 a 4 aos 50 minutos. 68 minutos: Camilo Godoy cobrou com perfeição o córner e aí não tem conversa. Paul Taboin, lembrando o grande Jardel, subiu mais alto que todo mundo e mandou a redonda pro fundo do gol. 0 a 5. “Vamos pelo meio” insistiam tanto os jogadores do(a) Säynatsalon que até seus ataques laterais acabavam indo para o centro. Um drible fantástico no meio aos 72 minutos, tirando dois marcadores do lance de uma só vez foi o ponto de partida deste gol. A torcida da casa vibrou quando Georgi Kaymakchiyski invadiu a área e chutou, reduzindo para 1 a 5. Após um cruzamento pela linha de fundo vindo da esquerda aos 77 minutos, a bola sobrou para Derrick Witcher que apareceu isolado na área do adversário. Infelizmente o chute saiu sem força e completamente sem direção. Sempre uma ameaça para os adversários com sua incrível velocidade, Tonio Puglia passou voando pelos marcadores e colocou a bola nos pés de Marco Attiger, que deveria ter marcado facilmente, mas chutou pra longe, não anotando para o(a) Säynatsalon. A torcida da equipe da casa vibrou quando a investida pelo meio de José Luiz Miranda aos 87 minutos resultou numa das melhores defesas do dia feita pelo goleiro. 87 minutos: A torcida do time da casa irrompe numa cantoria quando Georgi Kaymakchiyski avança pelo meio, gira, tabela e arranja espaço para chutar entre os zagueiros. A bola repousa na rede e reduz o placar para 2 a 5. É… Tem jogador batendo cabeça no posicionamento… Será que essa é realmente a melhor formação para o(a) Mengo/Várzea? A organização está caindo pra razoável. Quando a placa indicando 2 minutos extras foi levantada, pude ouvir um dos técnicos reclamando: “Pelo amor de Deus, né, juizão? Quer dar acréscimo ou mais um tempo de jogo?” Bravo! As luzes se apagam e mais um espetáculo da bola chega ao fim. O público presente nas cadeiras aplaude o placar, que mostra 2 a 5. Mengo/Várzea demonstrou melhor intimidade com a bola e a manteve nos pés por 51% durante o final deste tempo.

Jānis Vilims, do(a) Säynatsalon deu um show à parte, desconcertando a todos com seu jogo de encher os olhos, Adrian Simion não teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz. Pelo(a) Mengo/Várzea, Derrick Witcher fica com o prêmio Trivelão, dado para o melhor jogador da partida, parecendo ter sugado todo o talento do Micah Randall que nada fez no jogo.

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (mt. alto) excelente (baixo)
Defesa direita inadequada (baixo) formidável (mt. alto)
Defesa central formidável (mt. alto) boa (mt. alto)
Defesa esquerda inadequada (alto) fenomenal (mt. baixo)
Ataque direito boa (alto) inadequada (mt. baixo)
Ataque central fenomenal (mt. baixo) fenomenal (mt. alto)
Ataque esquerdo boa (baixo) inadequada (mt. alto)
Tiro livre indireto
Defesa razoável (baixo) formidável (alto)
Ataque inadequada (alto) formidável (baixo)
Orientação
Tática Ataque pelo meio Jogar com criatividade
Nível colossal titânica
Estilo de jogo 80% ofensivo neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

0 – 1 Camilo Godoy 10′
0 – 2 Camilo Godoy 40′
0 – 3 José Luiz Miranda 49′
0 – 4 Micah Randall 50′
0 – 5 Paul Taboin 68′
1 – 5 Georgi Kaymakchiyski 72′
2 – 5 Georgi Kaymakchiyski 87′
1 cartão amarelo Veikko Kervinen 18′

Posse de Bola

47%
53%
49%
51%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
5 10
1 Ataque esquerdo 4
2 Ataque central 1
1 Ataque direito 2
0 Outro 1
1 Eventos especiais 2

Estatísticas exclusivas

0

Jogo de Torneio #251 – SWT

Quinto jogo do Mengo/Várzea na tradicional SWT, temporada 11. De virada, vitória 4-2 contra time da V Divisão da Suécia.

 

The weather was pretty good at the stadium today for the match. , e a lista dos titulares é: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Ojaniemi, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

. A torcida vai falando o nome de cada um dos jogadores: FrosiniNilsson, Bildo, Yliaho, ZapparoliBurghgraaff, Wästerstedt, Njugia, SpadoniSvensson, Kivioja.

Mengo/Várzea Medicine 3012 está escalado na formação 2-4-3. Já no caso do(a) Octomore62, a formação escolhida foi o 4-4-2. O técnico do(a) Mengo/Várzea instruiu seus jogadores que priorizassem suas habilidades especiais e usassem a criatividade.A defesa não estava preparada para a jogada ensaiada do(a) Mengo/Várzea. Depois da falta na intermediária, a bola foi virada de um lado para outro, até que José Luiz Miranda apareceu livre para conferir: 1 – 0 aos 43 minutos de jogo. Aos 44 minutos os visitantes chegaram ao empate em 1 a 1 depois de uma fantástica assistência vinda da esquerda que foi finalizada com muito estilo por Paavo Kivioja. É… Tem jogador batendo cabeça no posicionamento… Será que essa é realmente a melhor formação para o(a) Mengo/Várzea? A organização está caindo pra inadequada.Pênalti assinalado aos 44 minutos. Mikael ‘Micke’ Svensson cobrou e colocou os visitantes na frente com o placar de 1 a 2. Derrick Witcher atacava pela esquerda e teve uma grande oportunidade de marcar o gol de empate para o(a) Mengo/Várzea, mas seu chute passou longe da meta. Acerte o seu aí que eu arredondo o meu aqui. O juiz aponta o centro do campo e termina esta etapa. 1 a 2. As torcidas aproveitam o intervalo e estendem faixas pedindo PAZ nos estádios de futebol. Será que a equipe Mengo/Várzea é treinada pelo Pep Guardiola? O fato é que eles dominaram estes últimos minutos com 63% de posse de bola.

Parece que o técnico do(a) Mengo/Várzea conseguiu corrigir algumas falhas táticas durante o intervalo, pois os jogadores voltaram para a partida mais confiantes nas suas posições, o que fez com que a organização subisse de volta pra boa. A salvação do(a) Mengo/Várzea saiu dos pés de Camilo Godoy que aos 56 minutos igualou tudo numa falta cobrada com maestria, deixando o placar em 2 a 2. Valeu a intenção, mas a jogada ensaiada do(a) Mengo/Várzea na cobrança de falta aos 57 minutos foi antecipada pela zaga adversária, que parece ter sido bem preparada para esse tipo de cobrança e deixou o ataque sem opções. Eram jogados redondos 70 minutos, quando baixou o Usain Bolt no José Luiz Miranda. Coitado do Toni Bildo, nem viu a cor da bola e deixou o caminho livre para o adversário marcar. O placar agora é de 3 a 2.Os jogadores do(a) Octomore62 ouviam atentamente as novas instruções de seu técnico, que gritava e gesticulava novas ordens para o posicionamento. Depois de 70 minutos, uma inesperada dor de barriga forçou o árbitro da partida a interromper o jogo por alguns instantes. O esperto técnico do(a) Octomore62 aproveitou para dar novas instruções a seus jogadores. Como as coisas não iam nada bem para o(a) Octomore62, o técnico decidiu que era hora de mudar a tática e tentar reverter a situação. O time da casa domina a partida. O ataque do(a) Mengo/Várzea atropela a defesa central dos visitantes, resultando num gol tranquilo de Micah Randall, ampliando para 4 a 2 aos 75 minutos. Já tinha jogador sentindo cãibra em campo, mas quando o juiz disse que vai ter mais 1 minuto de jogo, os jogadores parecem ter decidido dar um pique final. Termina o jogo e o placar mostra 4 a 2. Mengo/Várzeademonstrou melhor intimidade com a bola e a manteve nos pés por 61% durante o final deste tempo.

Dribles desconcertantes! Passes precisos! Calma e parcimônia em cada jogada. Derrick Witcher, do(a) Mengo/Várzea, jogou muito essa noite, parecendo ter sugado todo o talento do Micah Randall que nada fez no jogo. Pelo(a) Octomore62, Mikael ‘Micke’ Svensson fica com o prêmio Trivelão, dado para o melhor jogador da partida,enquanto que o Per Wästerstedt leva o prêmio Botinha Anatômica pela sua atuação ridícula em campo.

Detalhes de desempenho

Meio-campo excelente (alto) inadequada (alto)
Defesa direita formidável (baixo) boa (alto)
Defesa central boa (alto) excelente (alto)
Defesa esquerda formidável (alto) boa (mt. baixo)
Ataque direito inadequada (mt. alto) boa (alto)
Ataque central magnífica (alto) boa (baixo)
Ataque esquerdo razoável (mt. alto) boa (mt. alto)
Tiro livre indireto
Defesa formidável (alto) boa (mt. alto)
Ataque formidável (mt. baixo) boa (baixo)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Normal
Nível titânica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro 10% defensivo

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 José Luiz Miranda 43′
1 – 1 Paavo Kivioja 44′
1 – 2 Mikael ‘Micke’ Svensson 44′
2 – 2 Camilo Godoy 56′
3 – 2 José Luiz Miranda 70′
4 – 2 Micah Randall 75′
Comportamento Toni Bildo
Normal  Para  Ofensivo
70′
Comportamento Toni Bildo 70′
Comportamento John Njugia
Normal  Para  Ofensivo
70′

Posse de Bola

63%
37%
61%
39%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
8 2
3 Ataque esquerdo 1
1 Ataque central 0
0 Ataque direito 0
3 Outro 1
1 Eventos especiais 0

Estatísticas exclusivas

 

0

Jogo de Torneio #250 – SWT

Quarto jogo do Mengo/Várzea na tradicional SWT, temporada 11. O time conseguiu uma breve recuperação do revés na rodada anterior, vitória 3-1 contra adversário da região de Alsace, França, que joga a V Divisão do HTI.

 

The clouds were hanging menacingly over the stadium today. , confira comigo a escalação: CoenegrachtKervinen, TaboinWitcher, Kiszi, Zima, RandallAmorim, Miranda, Godoy.

. A torcida vai falando o nome de cada um dos jogadores: Ruiz del ArcoBrisset, Košťák, SzabóMorand, Verkissen, Kotala, Ziervogel, LeopoldPegurri, Vivet.

Mengo/Várzea Medicine 3012 está escalado na formação 2-4-3. Já no caso do(a) allez france, a formação escolhida foi o 3-5-2. Mengo/Várzea decidiu lançar mão de seus talentos e para tal resolveu utilizar de toda sua criatividade. Lá vem Sämi Zima do(a) Mengo/Várzea realizando uma grande jogada pelo meio e criando uma chance para colocar sua equipe na frente por um gol aos 2 minutos. Apontou, atirou… Na traveeeeee!!! Sensacional, a pontaria dele é impressionante, seria um golaço. Aos 24 minutos da partida, Ettore Pegurri teve uma grande chance de colocar seu time a frente do placar, mas seu chute da esquerda passou longe. O gol que deu a liderança do jogo à equipe do(a) Mengo/Várzea aos 26 minutos foi marcado por Sämi Zima, após uma infiltração na grande área: 1 a 0. Protestos de toda torcida quando o juiz mostrou apenas um amarelo a Sämi Zima do(a) Mengo/Várzea, após cometer uma falta por trás aos 27 minutos. Muitos achavam que o jogador deveria ter sido expulso. O nó tático prometido pelo técnico do(a) Mengo/Várzea não está dando certo e os jogadores estão muito confusos em campo. Com isso a organização caiu para fraca. After 34 minutes, Mengo/Várzea secured the 2-0. Camilo Godoy, always a physical player, created some space for himself where there used to be a defender and then applied the finish! O árbitro pediu a bola, apontou para o centro do campo e disse que não há tempo para mais nada. Placar parcial: 2 a 0. “Quem tem que correr é a bola e não vocês”, costuma dizer o técnico do(a) Mengo/Várzea. Seus jogadores seguiram bem os seus ensinamentos e chegaram ao fim deste tempo com 62% da posse de bola.

Com a ajuda de sua folclórica prancheta o técnico do(a) Mengo/Várzea demonstrou a tática para o time, que retornou ao nível de organização boa. As ordens do técnico do(a) Mengo/Várzea não foram bem entendidas pelos jogadores, que se mostraram confusos em campo. Com isso o nível de organização caiu para inadequada. Aos 56 minutos, Otoniel Amorim do(a) Mengo/Várzea chegou atrasado em uma dividida, inevitavelmente cometendo uma falta dura. O juiz considerou a falta intencional e ‘amarelou’ o jogador! Mengo/Várzea vai ter que jogar desfalcado depois que Sämi Zima conseguiu ser expulso num carrinho sujo. O árbitro deu o segundo amarelo, e na seqüência o vermelho, mandando acertadamente o jogador pro chuveiro aos 58 minutos. O time da casa domina a partida. O ataque do(a) Mengo/Várzea atropela a defesa central dos visitantes, resultando num gol tranquilo de Otoniel Amorim, ampliando para 3 a 0 aos 70 minutos. Após um cruzamento cheio de efeito de Gilles Morand, Mathias Vivet do(a) france apareceu muito bem colocado para mandar para as redes, deixando o jogo 3 a 1 aos 71 minutos. Mengo/Várzea quase marcou outro gol pela direita, aumentando sua vantagem no 76º minuto. Infelizmente Derrick Witcher está com problemas de calibragem no pé e a bola saiu com muita força, passando por cima do travessão. Os jogadores do(a) Mengo/Várzea tentavam encontrar suas posições no campo, mas predominou a confusão e a organização que já não estava lá essas coisas, acabou caindo pra inadequada. A partida vai chegando ao fim, o juiz já podia até acabar, mas decidiu dar mais 1 minuto de acréscimo. Fim de papo! E a PM cerca o trio de arbitragem. Pura marra do árbitro que pediu policiamento, pois ninguém reclama do 3 a 1. No derradeiro minuto, Mengo/Várzease sobressaiu contra seu adversário dominando o meio com 55% da posse de bola!

Minhas retinas fatigadas vão guardar a imagem do Derrick Witcher armando suas jogadas, se destacando no meio do escrete do(a) Mengo/Várzea, Micah Randallnão teve perdão da torcida depois de pisar na bola, tropeçar sozinho e tocar a bola insistentemente para o juiz. Dribles desconcertantes! Passes precisos! Calma e parcimônia em cada jogada. Mathias Vivet, do(a) france, jogou muito essa noite,parecendo ter sugado todo o talento do Manu Verkissen que nada fez no jogo.

Detalhes de desempenho

Meio-campo boa (mt. alto) inadequada (alto)
Defesa direita formidável (mt. baixo) excelente (mt. alto)
Defesa central boa (mt. baixo) formidável (mt. baixo)
Defesa esquerda formidável (mt. baixo) formidável (alto)
Ataque direito inadequada (baixo) excelente (mt. alto)
Ataque central brilhante (mt. baixo) boa (baixo)
Ataque esquerdo razoável (mt. baixo) boa (mt. alto)
Tiro livre indireto
Defesa formidável (baixo) razoável (alto)
Ataque formidável (mt. baixo) inadequada (baixo)
Orientação
Tática Jogar com criatividade Normal
Nível titânica (nenhuma tática)
Estilo de jogo neutro neutro

Reações da comunidade

Ninguém escreveu um comunicado de imprensa sobre isso ainda.

Publicar um comunicado de imprensa sobre essa partida

Destaques

1 – 0 Sämi Zima 26′
2 – 0 Camilo Godoy 34′
3 – 0 Otoniel Amorim 70′
3 – 1 Mathias Vivet 71′
1 cartão amarelo Sämi Zima 27′
1 cartão amarelo Otoniel Amorim 56′
Suspenso por 1 jogo Sämi Zima 58′

Posse de Bola

62%
38%
55%
45%

Distribuição de chances

Mandante Visitante
8 2
1 Ataque esquerdo 1
3 Ataque central 0
3 Ataque direito 0
1 Outro 0
0 Eventos especiais 1

Estatísticas exclusivas